Home » Guia de Ingredientes » Outros » BOLO DE FUBÁ DA DINA


Agosto 12, 2010 | Visitas: 16
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...
BOLO DE FUBÁ DA DINA
Autor: 
 

Preparacao
  1. No café da tarde, em São Carlos, na casa da Dina, minha mãe, nunca faltava este
  2. bolo. Mais tarde a Therezinha G. da Silva aprendeu com ela (fez um estágio na
  3. casa da Dina!).
  4. ,5g de noz-moscada1
  5. ml de leite
  6. g de fubá 2
  7. g de açúcar3
  8. ml de óleo de soja4
  9. ovos
  10. g de sal
  11. g de fermento em pó
  12. Misturar bem o leite (leite coalhado também pode ser usado), o fubá , o
  13. açúcar e o óleo. Levar ao fogo, mexendo sempre, até levantar bolhas. Depois de
  14. cozido deixar esfriar. Bater as claras em neve com o sal; juntar as gemas.
  15. Misturar ao mingau frio. Adicionar o fermento e a noz-moscada ralada. Forno
  16. médio por 1 hora.
  17. A noz-moscada, Myristica fragans Houtt. (família Myristicaceae) é
  18. originária das Ilhas Molucas, principalmente da ilha de Banda. Na segunda
  19. metade do século XVIII foi introduzida nas ilhas Mauritius e Reunião. É um
  20. fruto carnoso parecido com a ameixa, que se abre em duas valvas, apresentando
  21. um arilo vermelho que contrasta com o caroço castanho. O arilo é o macis, que é
  22. usado como aromático em pratos indianos. Pela quebra do caroço retira-se a
  23. amêndoa, que é a noz-moscada. O uso em grande quantidade faz mal à saúde.
  24. Na Inglaterra era usada como abortivo. Na África há um substituto da nozmoscada,
  25. uma Annonaceae, Monodora myristica (Gaertn.) Dun. A família
  26. Annonaceae tem cerca de 120 gêneros e é pantropical (qualquer região dos
  27. trópicos). É a família da graviola, da fruta-do-conde, marolo, etc.
  28. Zea mays (Gramineae)
  29. Saccharum officinarum (Gramineae)
  30. Glycine max (Leguminosae-Papilionoideae)

 

MAIS VISTOS

    Sorry. No data so far.

© 2006-2017 Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Contacto: maisreceitas@gmail.com