Home » Guia de Ingredientes » Outros » MANDIOCA FRITA


Agosto 12, 2010 | Visitas: 5
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...
MANDIOCA FRITA
Autor: 
 

Preparacao
  1. Neusa Diniz da Cruz tinha mania com esta planta (eram as Euphorbiaceae a
  2. segunda família que ela mais gostava!); na verdade a saída dela do Instituto de
  3. Botânica de São Paulo e sua ida para o Instituto Agronômico de Campinas são
  4. responsabilidade da mandioca.
  5. g de mandioca1
  6. g de sal
  7. ml de água
  8. ml de óleo de soja2
  9. Remover com cuidado a casca da mandioca e lavar bem. Cortar a
  10. mandioca em pedaços de cerca de 8 a 10cm de comprimento e 3 a 4cm de
  11. diâmetro. Ferver os dois litros de água e cozinhar a mandioca até tenra (mas,
  12. não mole demais!). Deixar escorrer bem. Aquecer o óleo de soja e ir fritando os
  13. pedaços de mandioca (poucos por vez) até dourar. Tirar, deixar escorrer e
  14. colocar em papel absorvente. Salpicar com o sal.
  15. A mandioca, Manihot esculentus Crantz. (família Euphorbiaceae) é natural
  16. da América do Sul. Apresenta raízes tuberosas. A mandioca-brava é muito
  17. venenosa e não pode ser ingerida crua, é de onde se faz a farinha de mandioca.
  18. Ela possui o glicosídeo cianogênico que quando mastigada libera cianeto. A
  19. mandioca era o alimento básico dos índios brasileiros na época do
  20. descobrimento. Já no século XVI, o senhor de engenho Gabriel Soares de Souza
  21. comentava que na água de lavagem saía o veneno e que na farinha não tinha
  22. nada. É uma das plantas mais importantes para a alimentação humana nos
  23. trópicos; nas regiões temperadas só a conhecem na forma de tapioca. Foi levada
  24. do Brasil para a África pelos portugueses no século XVI. Entre os indígenas, as
  25. índias velhas mascam as raízes transformando-as em polpa, que é cuspida em
  26. uma grande cabaça, onde se inicia a transformação do amido em açúcar e os
  27. levedos locais causam a fermentação; esta bebida é oferecida aos visitantes
  28. importantes.
  29. Glycine max (Leguminosae-Papilionoideae)

 

MAIS VISTOS

    Sorry. No data so far.

© 2006-2017 Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Contacto: maisreceitas@gmail.com