Home » Diversos / Outros » Saúde e Alimentação » O Colesterol – Como combater?


Março 28, 2006 | Visitas: 14
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...
O Colesterol – Como combater?
Autor: 
 

Preparacao
  1. – Faça exercício físico
  2. O exercício físico é fundamental para o ajudar a queimar as gorduras em excesso e manter o corpo saudável. Mesmo que não pratique desporto, existem outras formas de exercício que se podem praticar no dia a dia.
  3. Procure andar a pé sempre que possível, evitando a tentaçãoo de se deslocar de carro ou de transportes naqueles trajectos mais curtos. Procure também utilizar as escadas em vez de elevadores. No local de trabalho, por exemplo, desloque-se sempre que possível, evitando ficar muito tempo sentado. São hábitos simples, fáceis de adquirir, mas que podem fazer muito pela sua saúde.
  4. – Não Fume
  5. O tabagismo aumenta substancialmente o risco de doenças, sobretudo cardiovasculares. Conjugado com outros factores de risco aumenta o risco global. Há evidências de que o tabaco aumenta os níveis do LDL-colesterol e acelera o aparecimento da aterosclerose.
  6. – Mantenha um peso adequado
  7. Evite os excessos. Existe um peso ideal para cada pessoa, que se deve procurar manter. Isto consegue-se combinando o exercício regular com uma alimentação equilibrada saudável.
  8. – Faça uma alimentação saudável e equilibrada:
  9. – Não esqueça o pequeno-almoço, fundamental na sua manhã. Leite ou iogurte, de preferência magros, pão ou cereais e uma peça de fruta, constituem uma alimentação saudável.
  10. – Faça várias refeições por dia. Merendar a meio da manhã e da tarde, ajuda a controlar o apetite e evitar os “grandes” almoços e jantares.
  11. – Atenção ao açúcar. Diminua o consumo de bolos e doces. Prefira os caseiros, mas em dias de festa. Reduza gradualmente o açúcar que adiciona às bebidas, substituindo-o por adoçante
  12. – Cuidado com o sal! Modere a quantidade quando cozinha e evite usar saleiro na mesa. Dê aroma e sabor aos seus alimentos com muitas ervas aromáticas e especiarias.
  13. – Reduza a gordura na confecção de alimentos usando recipientes não aderentes, Em vez de fritar, opte pelos assados, grelhados, cozidos no vapor ou guisados.
  14. – Beba água com e sem sede. A água é fundamental para o equilíbrio do nosso organismo.
  15. Compras no supermercado:
  16. algumas dicas para uma alimentação mais saudável.
  17. – Mercearia e Padaria
  18. Nas secções de Mercearia e Padaria encontram-se alimentos ricos em hidratos de carbono complexos (amido), além de fibras, vitaminas e minerais. O pão, as massas, o arroz e as leguminosas dão-nos uma sensação de saciedade sem contudo fornecerem demasiadas calorias.
  19. Deve-se também preferir os alimentos que são feitos a partir de cereais escuros.
  20. – Peixaria, Talho e Charcutaria
  21. Aqui encontram-se alimentos ricos em proteinas, que são essenciais à nossa alimentação, como o peixe, a carne e os ovos. No entanto basta uma pequena quantidade destes alimentos para satisfazer as nossas necessidades diárias.
  22. Quanto ao peixe, deve-se sempre privilegiar o fresco ou congelado. É uma boa fonte de fósforo, iodo e selénio. Além disso, contém um tipo de gordura mais saudável que a carne.
  23. O marisco é muito rico em colesterol. Por isso, deve ser consumido apenas ocasionalmente.
  24. Na zona do Talho, deve-se preferir carnes brancas, como perú, frango ou coelho. Dentro destes, e sempre que possível, deve-se escolher também os cortes mais magros.
  25. Os produtos de charcuraria e as vísceras devem ser evitados. Além de serem um verdadeiro concentrado de gordura saturada e colesterol, alguns deles contêm também demasiado sal.
  26. Quanto aos ovos, deve-se evitar consumir mais de 3 por semana. E há que contar também com aqueles que fazem parte da confecção dos bolos, pudins, suflês, etc.
  27. – Produtos Frescos
  28. Os legumes e as frutas são sempre uma excelente escolha e devem ser uma constante na sua alimentação. Além de serem excelentes fontes de fibras e estarem repletos de vitaminas e minerais, são pobres em gorduras e calorias.
  29. Estudos científicos já demonstraram que estes alimentos contêm antioxidantes que neutralizam algumas as substâncias prejudiciais para o nosso organismo.
  30. – Gorduras para Temperar e Cozinhar
  31. Ao contrário do que muita gente pensa, nem todas as gorduras são prejuciais para a saúde. As gorduras são mesmo indispensáveis diariamente na nossa alimentação. Porque são o veículo das vitaminas lipossolúveis, A,D e K, além de nos fornecerem ácidos gordos essenciais.
  32. No entanto, deve ter algum cuidado na escolha das gorduras:
  33. São de evitar as gorduras de origem animal, pois este tipo de gordura contribui para subir o colesterol, especialmente o “mau” colesterol.
  34. Deve-se dar sempre preferência às gorduras de origem vegetal como o azeite, óleos vegetais e margarinas.
  35. Quando cozinhar, lembre-se também de nunca submeter as gorduras a temperaturas muito elevadas.
  36. Deve-se também lembrar que normalmente consumimos outras gorduras mais, pois que já vêm contidas em alimentos como carnes , queijos, aperitivos, bolos e chocolate, entre outros.
  37. – Os Lacticínios
  38. O leite, o queijo e os iogurtes são ricos em cálcio, além de serem bons fornecedores de vitaminas e proteínas.
  39. No entanto, é aconselhável preferir as variedades magras ou meio gordas dos lacticínios.
  40. São de evitar a manteiga e as natas por serem ricas em gordura saturada e em colesterol.
  41. – Bebidas
  42. A água, essencial ao organismo, deve ser sempre a sua bebida de eleição.
  43. Se gosta de sumos, dê toda a preferência os sumos naturais de fruta.
  44. O chá é também uma excelente forma de hidratação, pois é rico em antioxidantes, protectores do organismo.
  45. O vinho deve ser bebido com moderação ( não mais do que dois copos por dia ), sempre às refeições.
  46. As bebidas destiladas, como aguardentes e whisky, podem ser muito prejudiciais à saúde. Devem ser consumidas apenas em dias de festa.
  47. – Alimentos Perigosos
  48. Guloseimas, aperitivos e afins, são inimigos de uma alimentação saudável e por isso devem ser consumidos apenas muito ocasionalmente.
  49. Leia sempre os rótulos!
  50. Uma grande ajuda para uma alimentação saudável, é estar sempre atento aos rótulos dos alimentos.
  51. Uma leitura atenta dos rótulos ajuda-o a identificar os ingredientes mais perigosos para a saúde e a reduzir o consumo de sal, gorduras saturadas e de colesterol.

 

MAIS VISTOS

    Sorry. No data so far.

© 2006-2017 Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Contacto: maisreceitas@gmail.com