Home » Guia de Ingredientes » Outros » TORTA DE BANANA


Agosto 12, 2010 | Visitas: 1
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...
TORTA DE BANANA
Autor: 
 

Preparacao
  1. A receita original é da Dona Olga, mãe da Claudia Lemos e inclui queijo de
  2. Minas. Esta é uma variação feita pelo Luciano Esteves do Instituto de Botânica
  3. de são Paulo, que foi meu orientado de mestrado e doutorado e iniciou o estudo
  4. de banco de esporos de pteridófitas em solo de cerrado no Brasil. Em vez de
  5. banana, uso, às vezes, abacaxi em calda: é o que os britânicos chamam de
  6. “pineapple upside-down”.
  7. g de banana-nanica1
  8. ,5g de canela2
  9. ovos
  10. g de farinha de trigo3
  11. g de maisena4
  12. g de açúcar5
  13. ml de leite
  14. g de margarina
  15. g de fermento em pó
  16. Forrar uma forma funda de torta com calda de caramelo e cobrir com a
  17. banana cortada em fatias. Polvilhar com a canela.
  18. Em batedeira misturar e bater muito bem os ovos, o açúcar e a
  19. margarina. Dissolver o fermento no leite e misturar (fora da batedeira); bater
  20. bem. Colocar sobre a banana. Assar em fogo moderado por 20 a 30 minutos. Só
  21. retirar da forma após o resfriamento total, virando sobre um prato.
  22. A banana, Musa paradisiaca L. (família Musaceae), introduzida no Brasil
  23. pelos portugueses, é originária da Índia, Malásia e Filipinas (neste último país
  24. vem sendo cultivada há mais de 4000 anos). É a espécie tipo de todas as
  25. bananas em que a maturação do fruto não basta para transformar amido em
  26. açúcar, isto é, só é comestível sob a ação do calor, precisa ser cozida ou frita.
  27. No Velho Testamento é a árvore do pecado, cuja fruta tentou Eva, que depois
  28. da falta cobriu sua nudez com a folha da bananeira. Segundo St. Hilaire e
  29. Martius esta espécie também seria nativa do Brasil e os índios faziam aguardente
  30. dela, mas isto não é aceito por todos (a pacova que existia no Brasil é
  31. Heliconia). Em 1907-1909, os índios nambiquaras nunca tinham visto uma
  32. banana. A banana-nanica, Musa sinensis Sagot (família Musaceae) é originária
  33. da China e é a mais cultivada hoje. Uma das vantagens é que, por apresentar
  34. caule baixo, é pouco atingida pelos ventos e, portanto, pouco prejudicada. A
  35. Musa paradisiaca L. var. sapientum Schum., é banana-maçã, a banana-prata. A
  36. banana é fruto partenocárpico, sendo a parte comestível derivada do endocarpo.
  37. A bananeira apresenta um falso caule, que é formado pela bainha das folhas; o
  38. caule verdadeiro, o rizoma, é subterrâneo. Cada pseudocaule só produz frutos
  39. uma única vez, morrendo em seguida. O hormônio etileno é responsável pelo
  40. amadurecimento das bananas. A falta de sementes dos frutos é conseqüência de
  41. partenocarpia (sem polinização) e de esterilidade. A maioria das bananas
  42. cultivadas é triplóide (numero 3n de cromossomos). A primeira notícia que se
  43. teve na Europa desta planta foi através de Alexandre, o Grande. Foi levada da
  44. África para a América em 1516 já com o nome banana. No leste da África a
  45. banana é o principal alimento de muitos povos e é a mais popular das frutas
  46. aclimatadas no Brasil.
  47. Cinnamomum zeylanicum (Lauraceae)
  48. Triticum aestivum (Gramineae)
  49. Zea mays (Gramineae)
  50. Saccharum officinarum (Gramineae)

 

© 2006-2018 Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Contacto: maisreceitas@gmail.com